Postado por Carolina Filisberto em Livros, Resenha

Sabe aquele livro que se torna uma surpresa positiva? Pois é, o livro da Jenny Han, Para todos os garotos que já amei, foi uma grande (e maravilhosa) surpresa para mim.

Lara Jean é filha do meio entre três irmãs e a sua irmã mais velha, Margot – seu porto seguro após a morte da mãe – irá para a faculdade na Escócia, e Lara Jean terá que se despedir de sua melhor amiga e terá que arcar com as responsabilidades sendo a “nova irmã mais velha”.

Além disso, a garota já se apaixonou por vários garotos (na verdade, 5) e quando parava de gostar do seu pretendente, ela escrevia uma carta para o garoto como uma despedida/um encerramento e a escondia em uma caixa. Mas como toda história precisa de um empurrãozinho para começar, as cartas serão enviadas aos destinatários… Eita, agora tudo complicou, correto?!

Mas como tudo pode piorar, um dos garotos que ela amou é o ex de sua irmã e para fugir da confusão que ela entrou, ela finge estar namorando um dos garotos mais populares do colégio e que também recebeu uma bendita carta, ou seja, entrou em mais confusão.

Tá, agora você deve estar se perguntando qual é a graça disso – como eu me perguntava no passado. Se eu te falar que eu não sei direito o porquê de eu ter gostado tanto do livro? Não consigo pensar em um ponto que me agradou, a questão é que o livro é tão leve, gostoso, divertido e cheio de reviravoltas que quando você vai ver, não quer parar de ler e quando para, quer terminar logo suas tarefas para ter um momento de paz com a história.

Lara Jean é uma personagem cheia de atitudes (apesar de estar fugindo do ex da irmã), ela é uma garota… normal. Com problemas, dúvidas, sentimentos, momentos e é isso que a tornou tão especial e querida por mim, suas imperfeições e sua realidade.

Josh é aquele personagem meio nerdizinho e o melhor amigo fofo, que queremos ter em nossas vidas, sabe? É aquele melhor amigo da protagonistas nas histórias que sempre te conquistam. No começo eu estava amando ele com essas características, mas no decorrer da história ele acabou perdendo um espaço na história e foi deixado de lado.

Peter é aquele cara popular que conquista o coração de todas as meninas, até os das leitoras. É aquele cara fofo, divertido e cheio de surpresas (quem não quer um desse?!).

Também tenho que falar da Kitty, a irmã mais nova de Lara Jean. A garota, sem a menor dúvida, foi um dos destaques da história. Jovem, divertida e sem limites na língua, a garota faz com que a leitura se torne mais leve ainda, ela com toda certeza fará você rir e muito!

“O amor é assustador; ele se transforma; ele murcha. Faz parte do risco. Não quero mais ter medo. Quero ser corajosa…”

Já deu para perceber que eu gostei muito dos personagens, não?! Não tem um personagem que eu não goste desse livro, pois não fazem dramas por qualquer coisa, eles são cabeça e mais lights, sempre tentando uma forma de conseguirem se resolver.

Como disse no começo, o livro é completamente LEVE. Sabe quando você está em uma ressaca literária ou quando você quer pegar um livro para rir um pouco e ter um gostinho de “quero mais”? Pois é, esse livro é uma grande recomendação para esses momentos.

O jeitinho gostoso da narrativa da Jenny Han é um ponto muito forte na história, pois os capítulos são curtos e quando você termina um, quer ler o próximo e o próximo, pois a história chama a sua atenção e você quer terminar logo para descobrir o desfecho.

Para todos os garotos que já amei é aquele livro que não dá para ser explicado em palavras, porque apesar de alguns acharem que esse livro é clichê, a Jenny Han mostra que o clichê pode nos surpreender!

P.S: O livro é o primeiro de uma trilogia e ele se tornará filme! Confira o elenco completo!