Postado por Carolina Filisberto em Livros, Resenha

Eu amo uma história sessão da tarde, admito! E se tem uma história leve e divertida como as comédias românticas que nos lembra os dias que eu ficava em casa assistindo na tarde depois da aula, com toda certeza é a série da Zoella, a youtuber de moda britânica que faz sucesso em todo o mundo.

No primeiro volume da trilogia, conhecemos Penny, uma garota toda desengonçada, que após muitas confusões no colégio, ela vai para NYC junto com seus pais e lá irá conhecer Noah. Bom, se você não leu o livro, confira a resenha completa aqui, porque hoje eu vim falar sobre o segundo volume da série, Garota Online em turnê.

Assim como o primeiro livro, a narrativa da história é leve e divertida, mas se diferenciando do livro anterior, agora iremos ver Penny começando a se questionar sobre o fim do ensino médio que está cada vez mais próximo e qual será o seu futuro, não apenas profissional, mas também amoroso. Afinal, Noah está ficando cada vez mais famoso e após o contrato com a Sony, o garoto fará uma turnê pela Europa e após meses sem se verem, Penny irá acompanhar o namorado nessa jornada.

O mais bacana dessa leitura é a rapidez e a sua fluidez, com uma narrativa jovem e diálogos divertidos, o livro é direcionado para o público mais jovem, mas que pode agradar o público um pouco mais velho, para uma distração, uma leitura de apenas um dia. Penny continua sendo desengonçada e mesmo nos momentos das loucuras da fama, pessoas preocupadas apenas com as aparencias e fãs histéricas, ela continua com seus costumes com roupas confortáveis, prefere escrever no blog e tirar fotos, como ela era no primeiro volume. Podemos ver e sentir as dúvidas da garota com essa nova vida do namorado e como ela conseguiria se adaptar a esse mundo.

Outro ponto altamente positivo são os novos personagens e a volta dos antigos personagens. Zoe tem uma ótima característica no desenvolvimento dos personagens, eles são tão queridos e facilmente eles nos conquistam, ela não coloca drama só para ter mais ondulações de acontecimentos, o que me deixou receosa quando um certo personagem apareceu nesse livro, pelo contrário, ela mostrou que aparências enganam e que não precisamos ser contra alguém por causa do passado, mas temos que tentar buscar entender o outro. Realmente, esse ponto foi bem positivo!

“Eu já falei, Penny, você é a minha garota pra sempre”

Mas, infelizmente, esse livro perdeu um pouco de seu encanto no meio da história. Noah, um personagem que me conquistou no primeiro livro, com seu jeito fofo, diferente dos outros famosos e apaixonado pela Penny, se perdeu nesse livro. Entendo que a autora quis abordar as mudanças que ocorrem a partir da fama, mas era exatamente essa questão do Noah ser diferente que me fez gostar dele no primeiro livro. Senti falta de sua personalidade nesse livro e essa mudança fez com que todo os problemas do romance aparecessem, claro.

Além do Noah, senti falta de um maior empoderamento da Penny. Em alguns momentos, senti que a personagem deixou de se aparecer durante a história e num contexto de maior empoderamento feminino, talvez seria melhor ela abordar mudanças sutis na personagem, não a intensa dependencia do namorado. Entendo que deu para ver um desenvolvimento da personagem comparando o começo do livro até o final do mesmo – principalmente no problema de ansiedade da personagem –, mas por se tratar de um livro jovem, talvez essa dependencia poderia ser um pouco menor, pois um livro é um exemplo, uma influência a quem está lendo.

Mas o que eu realmente senti nesse livro foi a importância da amizade e os diferentes tipos da mesma. A força que a autora colocou na amizade foi ótima! Às vezes, ela falava sobre a cegueira que uma amizade pode gerar ou o apoio de um amigo que te motiva a continuar, mesmo tudo ser difícil. Além da amizade maravilhosa entre a Pen com o Elliot (que foi mais trabalhada nesse livro, obrigada Zoe!), iremos ver outros amigos da Penny e do Noah, deixando a história melhor e mais jovem!

O final do livro deixou aquele gostinho de “preciso saber o que vai acontecer depois, pelo amor de Oz!”, pois apesar de já imaginar como vai finalizar a história de Noah e Penny, não dá para não querer saber qual será todo o caminho até o final!

Para finalizar, segue o melhor quote desse livro. Venha amar essa mensagem comigo:

“Todo mundo tem uma vida e todo mundo pode escolher como quer viver a sua. É importante perceber que, independentemente do que as pessoas digam ou de como tentem influenciar seu jeito de fazer as coisas, a decisão final é sua. (…) Não dá para viver à sombra de outra pessoa, ou tentar agradar alguém o tempo todo, porque, nesse caso, o que você teria de seu? Nada, nenhuma realização, nenhum objetivo pessoal alcançado, você estaria apenas realizado os anseios de outras pessoas. Se tem alguma coisa na vida que você realmente quer fazer, faça. Você só vai viver o dia de hoje uma vêz, porque comece agora. Às vezes o herói do conto de fadas não é um lindo príncipe. Às vezes, o herói é você.”

E ai, já começou a decidir a sua própria vida?