Postado por Letícia Marques em Filmes, Resenha

My Mad Fat Diary é um seriado jamais visto antes, porque é o único que fala sobre a vida de um adolescente gordo e o que ele sofre por isso. Rae Earl (Sharon Rooney) é uma adolescente gorda que havia se internado por tentativa de suicídio e distúrbio de ansiedade, ao retornar para casa ela começa escrever em seu diário suas dificuldades como ser acima do peso em uma sociedade que julga isso como “feio” e principalmente por ser relacionar com as pessoas que estão no “padrão” magro e popular. E durante a trama ela consegue enxergar que seu peso e o distúrbio podem ser controlados e que ela acima de todas suas doenças era mais forte.

Se você ainda não assistiu, já te aviso que o seriado infelizmente só tem 3° temporadas, mas se você não viu nós vamos lhe dar 5 grandes razões para assistir.

1- Rae relata todas as dificuldades que as pessoas gordas passam e lhe ajudam como a passar por aquelas situações, por exemplo, ir a uma “pool party”, conhecida também como festa na piscina. Só quem é gordo sabe quão constrangedor achamos que é ficar de traje de piscina na frente de amigos, mas ela enfrenta e nos dá uma boa lição.

2- Mesmo depois de ter saído da clinica, ela continua o tratamento psiquiátrico com o Dr. Kester (Ian Hart) que ajuda ela a se olhar no espelho e admirar cada pedacinho do seu corpo, se você assistir, você precisa praticar isso na vida real, é de utilidade pública.

Créditos: The New York Times

3- Ela faz bons amigos, nos mostrando que viver sozinha nem sempre é bom, porque bom mesmo é ter com quem compartilhar momentos ótimos da vida sem se preocupar com o que vão achar de nós e que sempre podemos contar com eles.

4- A trilha sonora, meu Deus, que trilha! Só toca OASIS!!!! É muito amor.

5- Ela conquista o crush (spoiler), ela ultrapassa por todas as barreiras criada no seu imaginário de que ele não vai querer ela porque ela é gorda, vai querer entrar na friendzone, mas por fim, ela consegue e que casal, meus amigos.

Então, se você está de bobeira, com a autoestima baixa, torcendo pro mundo acabar, assista, se inspire na Rae, se ame, se divirta e seja feliz exatamente do jeito que você é. O seriado está disponível em algumas plataformas online, dê um Google.